12/04/2015

"Nunca Te Distraias da Vida"

Devido ao facto de que atualmente tenho um familiar a passar pela mesma situação, decidi ler o livro "Nunca Te Distraias da Vida", de Manuel Forjaz.

Créditos

Devo desde já dizer que para mim, este homem, é um ídolo! Não só por tudo o que passou mas também pela forma como encarou a doença e recusou a que fosse ela a matá-lo.

Andava para ler este livro há cerca de um ano desde que vi a entrevista do Manuel no "Alta Definição" mas nunca me ocorreu comprá-lo pois tinha um pouco de receio pois, geralmente, estes livros são um pouco "sofridos". Mas, como disse anteriormente, tenho um familiar a atravessar esta fase diabólica e similar à do Manuel que é o cancro. Feliz ou infelizmente, não são no mesmo sítio mas vi-me "obrigada" a pedir ajuda pois nestas situações, uma pessoa nunca sabe o que fazer, não sabe como interagir com o doente, não sabe como lhe dar esperança ou se deve mesmo dar esperança, coisas infindáveis. 
Seria errado dizer que não aprendi com este livro. Seria ainda mais errado não dizer que o adorei e que, de todas as formas, agradeço ao Manuel por ter tido a capacidade a autonomia de escrever esta relíquia. 

O livro divide-se em 5 capítulos (O diagnóstico, Os tratamentos, Tréguas, A recidiva e Viver com o cancro), ao longo dos quais nos são ensinadas 20 lições sobre o cancro e o viver com o cancro, contadas através da história de vida de Manuel.

Como muitos podem pensar, este livro não é uma biografia. É uma espécie. Como diz o próprio Manuel, "Nunca te distraias da vida é um livro biográfico, mas não é uma biografia". Só o poderão comprovar se lerem.

Não irei estar a fazer um resumo da história porque, no fundo, ela não existe. Existe uma lição de vida para os que nunca atravessaram uma fase cancerígena, para os que estão a atravessá-la, para os que a atravessaram e a venceram e, sobretudo, para os que acompanham ou acompanharam a evolução da doença em alguém muito próximo, como é o meu caso.
                          
Créditos


Focando-me, agora, mais no Manuel e no facto de ter dito que para mim ele é um ídolo, devo-vos dizer que não exagerei de forma alguma! Ter sido diagnosticado faz agora cinco anos e ter aguentado quatro com a doença, para mim não é um milagre, é uma vitória! Ter tido a capacidade de sorrir, estar alegre, trabalhar mas, sobretudo, não ter desistido da vida que tinha apesar do diagnóstico, para mim, é algo digno de alguém que sabe o que é viver e que sabe que só se vive uma vez e que, por isso, deve-se viver a vida ao momento sem pensar que poderemos ter os dias contados aos segundos. Ter tido a coragem de procurar saber o que é que o matava e diversas curas para o seu mal desde a medicina tradicional até às populares mezinhas de um bruxo brasileiro, para mim, não é não acreditar no serviço dos médicos, é não desistir e tentar dar À volta ao problema, seja qual for a maneira de o resolver.

Aconselho-vos, do fundo do meu coração, a lerem este livro porque, em três palavras, é verdadeiramente inspirador!

Dados literários:
- Título: "Nunca Te Distraias da Vida"
- Autor: Manuel Forjaz
- Editora: Oficina do Livro
- Número de páginas: 168

Beijinhos,
Kika Gonçalves

Este post também foi publicado no meu blog.

2 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo blog está fantástico!
    Se puder visite o meu blog e se gostar segue :)
    Beijinhos

    http://queenssecret-anaaraujo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Queen! :)
      Muito obrigada!:)
      Beijinhos grandes e muitas felicidades... <3

      Eliminar